O DNA é um polı́mero sintetizado a partir de unidades denominadas nucleotı́deos. Os nucleotı́deos são formados por três partes: uma base nitrogenada, um carboidrato e um grupo fosfato. As bases nitrogenadas podem ser uma das quatro: adenina (A), guanina (G), citosina (C), timina (T) e o açúcar desoxirribose. A e G possuem estrutura formada por dois anéis denominada purina, já C e T possui sua estrutura formada por um anel único denominado pirimidina. Os nucleotı́deo estão conectados por ligações fosfodiéster, gerando duas extremidades chamadas 5’-fosfato e 3’-hidroxila, isso determina que o crescimento do DNA seja da direção 5’ para 3’ [7]. Está estrutura está representada na Figura 01.

Continue a ler "DNA"

O processo de tradução consiste em unir aminoácidos de acordo com a sequência de códons do mRNA. Códon é uma trinca de bases nitrogenadas do mRNA, que tem sua trinca complementar (anticódon) no tRNA correspondente. A tradução ocorre nos ribossomos, que estão situados no citoplasmas das células. O mRNA é traduzido em proteína pela ação de vários tRNA. Existem 64 tipos de trincas possíveis de nucleotídeos, sendo que 61 codificam aminoácidos (2 sinalizam o inicio da tradução) e 3 trincas correspondem a sequências de término de tradução. A tradução tem…Continue a ler “Tradução Gênica”